Quinta do Seival Castas portuguesas de safra 2018

 

Quinta do Seival Castas portuguesas de safra 2018

 

O vinho da foto, para mim, está dentre os dez melhores vinhos brasileiros que já provei na vida. Isso mesmo, sem sombra de dúvidas, estamos diante de um vinho completamente equilibrado e produzido no Brasil pelas mãos de pessoas apaixonadas pelo o que fazem. Elas são muitas e todas compartilham da mesma paixão que se iniciou em 1897 com a chegada de Giuseppe Miolo ao Brasil (não é à toa que faz parte da linha dos Sete Lendários da Miolo).

 

De 1897 até os dias de hoje, lá se vão mais de 124 anos, mas os vinhos engarrafados com o sobrenome MIOLO devem estar no mercado há poucos mais de 32 anos. O grande destaque que vejo nessa empresa está ligado ao fato de serem extremamente competentes e vigilantes com a qualidade de todos os produtos e de, principalmente, terem uma visão comercial aguçada. Conseguem ser gigantes na produção e acolhedores no atendimento de seus clientes. Estão de parabéns pelo espaço conquistado em tão pouco tempo no mundo do vinho nacional.

 

Mas vamos falar um pouco mais do vinho da foto e por quê gostei tanto dele. Produzido em uma das plantas que a Miolo tem no Seival, foi elaborado com uvas de castas portuguesas sendo parte feito com a Touriga Nacional e outra parte de uva Tinta Roriz. Essas uvas portuguesas e aclimatadas ao solo brasileiro, montam um vinho elegante, envelhecido em barricas de carvalho de cor escura e com taninos perfeitamente deliciosos e maduros. Lembrem que a safra de 2018 no Brasil foi especial e que tivemos muita seca que gerou uma perfeição acima da média na maturação das uvas.

 

A uva Touriga Nacional traz um aroma muito forte e floral ao vinho, que se destaca logo de cara ao abrirmos a garrafa. A acidez equilibrada se mistura ao volume em boca gerado por este vinho na taça. Impressionante a facilidade em identificarmos frutas maduras, como amora, morango, figo e ameixa madura. Um vinho extremamente gastronômico e de excelente custo benefício.

 

Estamos falando de um vinho estruturado e com sabor de fruta completamente encorpado à mágica do envelhecimento em madeira. Para os amantes de vinho tinto com corpo e aroma dos melhores vinhos de Portugal, sugiro comprarem todas as garrafas deste vinho que encontrarem no Brasil, pois o mesmo apresenta um potencial de guarda de mais de dez anos, seguramente. Aproveitem, provem mais vinhos brasileiros e bons. Este certamente irá lhes surpreender.

 

Texto: Julio Gostisa

 

Foto do vinhedo e fotomontagem: ©Nilton Santolin

 

Compartilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn