Porque é tão difícil reutilizar garrafas de vinho?

 

Porque é tão difícil reutilizar garrafas de vinho?

 

Minha intenção com este texto é analisar porque é tão difícil reutilizar garrafas de vinhos feitas de vidro. Me lembro que os fabricantes de cerveja tinham, no passado, um processo de devolução das garrafas nos pontos de varejo. Vocês também se recordam? Eu sempre tinha orgulho em entregar garrafas vazias, sujas, dentro de engradados e receber um vale de desconto a ser aplicado no caixa. Porque será que este processo não existe mais?

 

Talvez os modelos de garrafas e rótulos colocados nas garrafas de cerveja fossem os mesmos, ou muito semelhantes. O formato das garrafas (altura, gargalo e peso) deveriam ser muito parecidos. E tudo isso poderia facilitar o processo de reciclagem reversa em linha naquela época. No mundo do vinho, teremos safras distintas, rótulos e contra-rótulos bem colados nas garrafas, formatos de rolhas diferentes que aumentam o custo de limpeza individual para sua reutilização.

 

Conversei com alguns produtores brasileiros de vinho a respeito. A maioria me comentou que o maior motivo esta relacionado com a limpeza e higiene das garrafas durante o processo de engarrafamento. A reutilização de garrafas para retornar ao consumo, até poderia ser possível, mas ter garrafas de mesmo formato e garantir que as mesmas estariam completamente sanitizadas é um desafio de elevado custo.

 

Perguntei também o que acontecia com os milhares e milhares de garrafas de vinho, com vidro pesado, que são consumidas todos os dias no Brasil? Muitos acreditam que são colocados em aterros sanitários (lixões) ou trituradas para se tornar, com a arte da reciclagem, em outros produtos também de vidro. Uma rápida pesquisa no Google me indiciou que por ano são produzidas mais de 20 bilhões de garrafas de vinho de 750ml no mundo. Que loucura, deveríamos nos preocupar mais com este assunto.

 

Será que algum produtor brasileiro ou varejista teria interesse em criar um processo de revitalização da reciclagem de garrafas de vidro que continham vinho? Seria este um projeto viável e que teria engajamento dos consumidores? Afinal estaríamos todos nós, apaixonados por vinho, auxiliando a cuidar ainda mais de nosso planeta. Mesmo que em pequena escala, acredito que teria um apelo de projeto positivo ao meio ambiente.

 

Seguirei estudando este assunto de uma possível logística reversa e seguirei colocando mais informações de projetos que eu encontrar neste espaço. Caso queiram dividir comigo suas ideias e projetos relacionados a garrafas de vinho que possam ajudar na preservação do meio ambiente, sintam-se a vontade: Jgostisa@hotmail.com. Podemos juntos encontrar possibilidades de auxiliar os produtores e consumidores a praticar ações sustentáveis.

 

Texto: Juilo Gostisa

 

Compartilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn