Festival Ponto de Teatro exibe quatro peças gaúchas inéditas em maratona virtual

 

Festival Ponto de Teatro exibe quatro peças gaúchas inéditas em maratona virtual

 

De 26 a 29 de maio, o público poderá acompanhar gratuitamente a estreia dos novos espetáculos dos grupos Ói Nóis Aqui Traveiz, Cia. Espaço em Branco, Projeto Gompa e de uma formação inédita de artistas admiradores de Hermes Bernardi Jr.

 

Após uma pausa em 2020 por conta da pandemia, o projeto Ponto de Teatro está de volta, agora em formato de festival e com apresentações gratuitas e online. A iniciativa do Instituto Ling, que visa impulsionar a produção de artes cênicas no Rio Grande do Sul, apoiando e garantindo espaço às criações do teatro local, exibirá quatro espetáculos gaúchos inéditos em uma maratona cultural de 26 a 29 de maio.

 

A cada dia, uma nova peça será apresentada em sessão única, seguida de conversa com os criadores do espetáculo, mediada pelo curador do projeto, o jornalista e crítico de teatro Renato Mendonça. Serão três montagens adultas, exibidas sempre às 20h, e uma dedicada ao público infantil no sábado, às 16h. As apresentações e os bate-papos serão transmitidos pelo canal do YouTube do Instituto Ling. Para receber o link direto de acesso às atividades, basta fazer inscrição prévia e sem custo no site www.institutoling.org.br.

 

Na quarta-feira, dia 26, o público poderá conhecer o espetáculo Paraíso Afogado, uma versão diferente da peça #paraiso_afogado que foi apresentada ao vivo durante o Porto Alegre em Cena de 2020. Na nova interpretação, a Cia. Espaço em Branco decidiu assumir a peça como um produto audiovisual, totalmente gravado, com trabalho pesado de edição. “É o que chamamos de kinoteatro” explica o ator e diretor João de Ricardo – JdR. Na montagem com texto de Thomas Köck, marés de palavras e lixo trazem memórias e dejetos deixados por uma civilização que há muito habitou a Terra.

 

Na quinta-feira, dia 27, será apresentada a montagem Quase Corpos – Episódio 1: A Última Gravação, criação coletiva da Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz. Versão livre da peça Krapp’s Last Tape, de Samuel Beckett, o espetáculo mostra o confronto de um homem de 69 anos, interpretado por Paulo Flores, com o seu passado. Hoje, nada mais é que um decrépito, muito míope, quase surdo e desleixado, que escuta no gravador a fita-registro de 30 anos atrás. Escuta sua própria voz narrar extintas aspirações, lembranças de amores perdidos, a morte da mãe, a esperança não confirmada de êxito comercial literário. Depois, gravará uma nova fita, como faz todos os anos, no dia do seu aniversário. Um homem amargurado, a remoer-se em plena solidão, parece nada ter de relevante a evocar ou perpetuar.

 

Na sexta-feira, dia 28, a atração será a peça A Vó da Menina, do Projeto Gompa, com direção de Camila Bauer e Bruno Gularte Barreto e dramaturgia de Lígia Souza, Pedro Bertoldi e Sandra Dani. A partir do relato de mulheres com mais de 65 anos, o espetáculo apresenta fragmentos da vida de uma senhora que vive sozinha e que tem a sua autonomia questionada devido à idade. Ao longo de um ano, a partir do fatídico março de 2020, se instauraram tempos de ameaça à saúde pública, afetando o cotidiano de todos. Neste contexto, a neta passa a ser seu elo com o mundo, revelando diferentes descobertas para os dois universos.

 

No sábado, dia 29, a atração será para a família toda, com a exibição da montagem infantil Sr. Esquisito. A peça, com texto original do escritor e ilustrador gaúcho Hermes Bernardi Jr., é resultado de uma formação inédita composta pelos artistas Arlete Cunha, Evandro Soldatelli e Rodrigo Vrech, responsáveis pela direção, roteiro e interpretação do espetáculo. Em cena, eles brincam de contar, cantar e interpretar personagens que parecem ter saído das ilustrações de um livro infantil. A narrativa é sobre um escritor que nasceu num dia de nevasca, colecionava lápis, e que poderia ter tornado o mundo ainda mais bonito, se não tivesse se despedido dele tão cedo.

 

Criado em 2018, o Ponto de Teatro já proporcionou a estreia de 13 espetáculos inéditos, cujas temporadas somaram mais de 4 mil espectadores, além de 17 oficinas gratuitas de crítica teatral. Em suas duas primeiras edições, viabilizou estreias de espetáculos de teatro adulto e infantil, dança, animação e sombras, muitos deles vencedores do Prêmio Açorianos de Teatro. O projeto é uma realização do Instituto Ling e do Ministério do Turismo / Governo Federal, com patrocínio de Crown Embalagens, Fitesa e America Tampas.

 

SERVIÇO – PROGRAMAÇÃO ON-LINE – TEATRO
Festival Ponto de Teatro
De 26 a 29 de maio, pelo canal do YouTube do Instituto Ling
Após as apresentações, haverá um bate-papo com os criadores dos espetáculos
Para receber o link direto de acesso às atividades, basta fazer inscrição prévia e sem custo no site www.institutoling.org.br.

 

Dia 26 de maio, quarta-feira, às 20h: Paraíso Afogado, da Cia. Espaço em Branco
Dia 27 de maio, quinta-feira, às 20h: Quase Corpos – Episódio 1: A Última Gravação, do Ói Nóis Aqui Traveiz
Dia 28 de maio, sexta-feira, às 20h: A Vó da Menina, do Projeto Gompa
Dia 29 de maio, sábado, às 16h: Sr. Esquisito, de artistas admiradores de Hermes Bernardi Jr.

 

A Vó da Menina. Crédito da foto: ©Projeto Gompa

Compartilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn