Covid-19: Vacinação é ampliada para pessoas com deficiência a partir de 18 anos

 

Covid-19: Vacinação é ampliada para pessoas com deficiência a partir de 18 anos

 

Nesta segunda-feira, 31, a vacinação Covid-19 será realizada com vacinas AstraZeneca para doses 1 e 2 (D1 e D2). Pessoas com deficiência com 18 anos ou mais passam a integrar os grupos prioritários da imunização para D1. A primeira dose estará disponível em 12 unidades de saúde, e a segunda, em 33 locais. O drive-thru da PUCRS oferecerá D1, das 9h às 17h.

 

Neste domingo, 30, a Secretaria Municipal de Saúde vacinou 131 pessoas, sendo 123 D1 e oito D2. A imunização foi realizada em unidade móvel no bairro Lomba do Pinheiro. (fotos)

 

A partir desta segunda, podem receber a primeira dose também pessoas acima de 18 anos com comorbidades, com deficiência cadastradas no plano Benefício de Prestação Continuada, vivendo com HIV e com Síndrome de Down, profissionais de saúde e de apoio à saúde, além de idosos com 60 anos ou mais.

 

No aeroporto, a Secretaria Municipal de Saúde vai vacinar aeroportuários, a partir da manhã. Serão destinadas 2.095 doses da vacina AstraZeneca para o público, por determinação do Ministério da Saúde.

 

Pessoas que receberam a dose da vacina contra gripe devem aguardar 14 dias para fazer a primeira ou segunda dose da vacina Covid-19. O primeiro dia a ser contado é o seguinte ao da aplicação.

 

Para D1 é preciso documentos de identidade com CPF e foto e comprovação da condição de saúde ou ocupação e de residência ou trabalho em Porto Alegre; para D2, documento de identidade e carteira de vacinação com registro da D1. Apenas estará disponível D2 AstraZeneca.

 

Não haverá vacinação em farmácias, e está suspensa a aplicação das vacinas Pfizer ou Coronavac na segunda-feira. Na terça, 1º de junho, a vacinação com Pfizer será retomada.

 

Serviço:
Primeira dose da vacina AstraZeneca
Público: Acima de 18 anos: pessoas com deficiência, com comorbidades, com deficiência cadastradas no plano Benefício de Prestação Continuada, vivendo com HIV e com Síndrome de Down, profissionais de saúde e de apoio à saúde, além de idosos com 60 anos ou mais.
Horário: 8h às 17h
Endereços: 12 unidades de saúde
US Belém Novo – Rua Florêncio Farias,195 – Bairro Belém Novo
Clínica da Família Álvaro Difini – Rua Álvaro Difini, 520 – Bairro Restinga
US Morro Santana – Rua Marieta Menna Barreto, 210 – Bairro Protásio Alves
Centro de Saúde Santa Marta – Rua Capitão Montanha, 27 – Bairro Centro Histórico
Centro de Saúde Modelo – Avenida Jerônimo de Ornelas, 55 – Bairro Santana
US Santa Cecília – Rua São Manoel, 543 – Bairro Santa Cecília
Centro de Saúde IAPI – Rua Três de Abril, 90 – Bairro Passo da Areia
US Glória (Igreja Nossa Senhora da Glória) Av Prof Oscar Pereira, 2851
US Moab Caldas – Avenida Moab Caldas, 400 – Bairro Santa Tereza
US Camaquã- Rua Professor Dr. Pitta Pinheiro Filho, 176 – Bairro Camaquã
US São Carlos – Avenida Bento Gonçalves, 6670 – Bairro Partenon
US Rubem Berta – Rua Wolfram Metzler, 675 – Bairro Rubem Berta

 

Primeira dose da vacina AstraZeneca
Público: Acima de 18 anos: pessoas com deficiência, com comorbidades, com deficiência cadastradas no plano Benefício de Prestação Continuada, vivendo com HIV e com Síndrome de Down, profissionais de saúde e de apoio à saúde, além de idosos com 60 anos ou mais.
Horário: 9h às 17h
Endereços: Drive-thru PUC – acesso pela av. Ipiranga, 6.681, ao lado do Museu da PUCRS

 

Primeira dose da vacina AstraZeneca
Público: aeroportuários
Horário: 8h às 17h
Endereços: Aeroporto Salgado Filho

 

Segunda dose da vacina AstraZeneca
Público: quem tomou a primeira dose há mais de 12 semanas.
Horáiro: das 8h às 17h
Endereços: 33 unidades de saúde (confira a lista)

 

Comorbidades elencadas pelo Ministério da Saúde:
Foi ampliada lista de comorbidades que habilitam para vacinação, contemplando mais doenças cardiológicas e neurológicas crônicas específicas e hemoglobinopatias graves. Agora são 30 os grupos de comorbidades ou condições de saúde prioritárias, segundo atualização do Plano Nacional de Vacinação do Ministério da Saúde. Leia mais

 

Documentos obrigatórios:
Para todos os grupos: Documento de identidade oficial, com CPF e foto, comprovante de residência ou de trabalho em Porto Alegre
Comorbidades: Atestado médico, laudo médico, prescrição de medicamentos de uso contínuo, de acordo com o agravo.
Pessoas com deficiência (PCD): Documento que comprove a deficiência. Além de laudo médico, pode ser cartão de transporte público especial, cartão de estacionamento para PCD.

 

Texto: Patrícia Coelho
Edição: Elisandra Borba
Foto: Neemias Freitas/SMS/PMPA
Fonte: SMS – Secretaria Municipal da Saúde de Porto Alegre

Compartilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn